Até hoje a maior parte dos inventos robóticos que vemos ou mesmo aeronaves voam devido a algum tipo de força gerada por hélices ou turbinas, mas nunca imitando o vôo das aves. Um possível explicação para isto é a de que é muito mais fácil gerar e controlar a força a partir de motores rotacionais e hélices do que movimentando asas como os pássaros fazem.

O vídeo abaixo é ainda do ano passado mas a tecnologia envolvida não deixa de nova. Um pássaro robô é apresentado e faz alguns vôos sobre uma platéia. É incrível como ele realmente tem movimentos tão parecidos com um pássaro real. A estrutura inteira deste robô inspirado na natureza tem apenas 450 gramas. De acordo com o locutor é ainda uma primeira versão e que precisa de muitas melhorias.

Assista ao vídeo e tire suas próprias conclusões.

Acho que dentre as aplicações realmente úteis desta tecnologia estão a vigilância para aumentar a segurança nas cidades. Os pássaros podem ser usados para sobrevoar regiões de interesse onde a instalação de câmeras for cara ou inviável, pode seguir as pessoas para garantir que cheguem ao seu destino monitoradas por alguém.

Pássaro robô que bate asas

Robô pássaro que bate asas

No campo da diversão as aplicações são ainda mais interessantes. Imagina fazer algum percurso de bicicleta ou mesmo de barco e ter um pássaro robótico lhe acompanhando e fazendo filmagens dos melhores ângulos? Seria bem interessante.

E você, vê mais alguma aplicação interessante de tal tecnologia e que seja realmente útil à sociedade?

As aplicações bélicas são sempre possíveis para quase tudo que se inventa, mas aí era melhor sequer inventar! Você concorda com esta afirmação? Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)