Com o custo variado das impressoras, como você escolhe a máquina que é certa para você? Comparando as suas necessidades com as características de diferentes tipos de impressoras vai fazer a sua decisão mais fácil e até saber se você precisa mesmo de uma impressora.

Considere os vários tamanhos, formas e capacidades de uma impressora. Eles variam de impressoras portáteis para impressora/fotocopiadora/scanner/fax do tamanho de um pequeno armário. Impressoras multifuncionais são grandes se você estiver com pouco espaço, mas certifique-se de testar os recursos que são mais importantes para você e a frequência com que você ou sua família precisa destes recursos mensalmente.

Decida entre um modelo a jato de tinta e impressoras a laser. Se imprimir com freqüência, ou se você vai imprimir fotos coloridas, o negócio correto é uma impressora a jato de tinta. Impressoras jato de tinta são mais baratas, mas podem custar mais por página impressa por causa de tintas caros e que trazem mais detalhes às imagens. Uma impressora a laser é melhor principalmente se você imprimir muitos textos e você quer uma impressão rápida e permanente. Elas custam mais na compra, mas menos no longo prazo, devido a carga mais barata. Impressoras a laser são mais duradouras podem ser reparadas com mais facilidade e menor preço.

Impressoras em casa

As multifuncionais talvez sejam a melhor opção, até para quem não precisa tanto imprimir, por conta de suas outras capacidades. (Foto: inksystem.com)

Compre um nome de marca para ajudar a garantir que você vai ser capaz de entrar em contato com o serviço, software, suporte e suprimentos no futuro. Brother, Canon, Epson, Hewlett-Packard e Lexmark são as principais marcas.

Confirme se sistema operacional do seu computador, especialmente com máquinas mais antigas, suporta a impressora. Drivers de impressora vem com ela, mas você também pode baixá-los no site do fabricante na Internet. A maioria dos casos, a impressora já é do tipo “plug & play”, com o driver já vindo pré-instalado em seu sistema operacional.

Provavelmente não vale a pena ter uma impressora de jato de tinta de baixo custo reparada em caso de quebra.

Se você só quer uma impressora por comodidade mas raramente usa a impressão, é melhor usar os serviços de uma gráfica ou optar por usar um tablet ou smartphone para ler os arquivos dos quais você precisa. Apesar de se acostumar com a leitura dos formatos digitais ser um pouco difícil no começo, não vai demorar muito tempo para que você se acostume.

Porém, se você imprime muitas vezes por semana, por mês ou principalmente, está ou tem familiares estudando, a impressora pode ser um bom investimento. Mas como fazer essa análise com dados financeiros?

Esqueça o valor que você irá pagar pela impressora, por enquanto. Pense numa média de páginas que você imprime semanalmente. Para fim de análise, vamos pensar em 20 páginas semanais e vamos considerar o custo das folhas irrelevante.

Vamos considerar também o modo de impressão “normal” e não o modo “econômico/rascunho” para uma impressora a jato de tinta, em que cada cartucho “rende” 450 páginas, aproximadamente. O preço do cartucho da cor preta gira em torno de R$50,00. Neste valor, cada página impressa custará R$0,11.

O custo médio da impressão em gráficas é de R$0,10, o que torna a gráfica uma melhor opção do que a impressora neste caso. Portanto, quando for comprar sua impressora, é bom saber não apenas o rendimento, mas o preço dos cartuchos e fazer essa análise de quanto irá custar cada folha. É lógico que com uma menor qualidade de impressão o cartucho irá render mais. Mas quanto mais realista você for, mais você conseguirá economizar.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)