Você já deve ter lido ou ouvido falar sobre TCP/IP alguma vez, principalmente ao configurar uma rede de computadores. Mas o que é esse TCP/IP? Para quê ele serve? Vamos explicar a função desse protocolo.

O que é o TCP/IP?

O TCP/IP é uma sigla para Transmission Control Protocol/Internet Protocol. Na tradução direta, é Protocolo de Controle de Transmissão/Protocolo de Internet. O TCP/IP é uma família de protocolos, ou seja, padrões de comunicação entre computadores em rede. Este conjunto de protocolos pode ser visto como um modelo de camadas, onde cada camada é responsável por um grupo de tarefas que torna possível a interação entre seu dispositivo e a rede mundial de computadores. Ele possibilita que diferentes endereços de IP se comuniquem sem estar diretamente conectados.

Entendendo o TCP IP

O protocolo TCP/IP é uma das bases para o funcionamento da internet. (Foto: www.informit.com)

A padronização para os protocolos TCP/IP

Hoje em dia, a maioria absoluta das redes de computadores usam o protocolo TCP/IP. O tráfego pela Internet também depende deste conjunto de protocolos, sejam em servidores, para a comunicação entre computadores, para conexão de um roteador a um servidor de internet, e por aí vai. Alguns dos protocolos que fazem parte do TCP/IP são: HTTP, SMTP, FTP, SSH, RTP, Telnet, POP3, IMAP, DNS, Ping, dentre outros. Tais protocolos são responsáveis por ajudar na padronização da internet, de forma que fabricantes de dispositivos tenham facilidade na hora de planejar seus dispositivos para uma compatibilidade com esses protocolos.

Por que a padronização dos protocolos de internet é necessária?

A configuração TCP IP é o primeiro passo para colocar um dispositivo em rede. É uma configuração relativamente simples, que hoje é possível por conta da padronização. Se o protocolo TCP/IP não existisse, haveriam muitas regras e formas da internet ser “traduzida”. Essa diversidade de regras seria altamente custosa, pois todo dispositivo teria de lidar com mais de um tipo de protocolo para se comunicar à internet, e estruturas diferentes por completo teriam de ser construídas para cada protocolo. Imagine que o TCP/IP é como os correios: você envia os dados em pacotes, e eles entregam esses dados no outro lado. Só que, ao mesmo tempo, você também recebe os pacotes, em um ciclo eterno.

Conseguiu entender melhor o protocolo TCP/IP? Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)