Poucas são as pessoas que estão dispostas a desembolsar uma boa grana pelo pacote Microsoft Office. Só que estamos tão viciados neste pacote que acabamos quase nos vendo sem muitas opções. Com certeza a empresa de Bill Gates e Steve Ballmer fez um bom trabalho em cativar uma clientela. E resta para muitos de nós, usar a versão Trial do Office, só visualizar os documentos online, usar a versão do escritório, de alguma Lan House ou de uma universidade qualquer. Ainda há esperanças e ainda existem substitutos à altura. E o melhor de tudo? Totalmente gratuitos.

Esse é o caso do LibreOffice, que veio para “substituir” o OpenOffice. É um programa de código aberto, ou seja, que evolui suas funções com a cooperação de uma comunidade de programadores interessados em fazer o programa melhor. Sua interface é um pouco diferente do que a do Office, sendo uma versão mais crua e menos trabalhada para ficar bonita. Isso não impede que o programa tenha as mesmas funções do Office e executar algumas tarefas ainda melhor do que o programa da Microsoft.

O programa tem as contrapartes do pacote da Microsoft, sendo: Writer (Word), Calc (Excel), Impress (PowerPoint), Draw (CorelDRAW), Base (Microsoft Access), Math (aplicativo para criar fórmulas matemáticas). Ou seja, além de ter praticamente todo o pacote Office, ainda temos de brinde um programa similar ao CorelDRAW. Tudo isso gratuitamente e disponível no site do LibreOffice, com pacote de linguagem para o português brasileiro.

Alternativas para o Office

Além de ser gratuito, o LibreOffice tem constantes improvações feitas pela sua comunidade, uma vez que ele é feito em código aberto. Algumas das melhorias são inclusive melhores que o próprio Microsoft Office.(Foto: en.wikipedia.org)

Se a ideia do LibreOffice ainda não te agradou, não tem problema, temos mais uma opção totalmente gratuita e o mais interessante: interativa.

Isso mesmo. O Google Drive (antigo Google Docs) possibilita que duas pessoas editem um mesmo arquivo compartilhado ao mesmo tempo. Muitas pessoas lidavam com arquivos compartilhados em rede, o que resultava em problemas quando duas pessoas tentavam modificar o arquivo ao mesmo tempo. Um outro problema era a indisponibilidade do arquivo online, sendo necessária a troca entre várias pessoas do mesmo arquivo por e-mail até uma versão final ficar pronta.

Além de possibilitar a edição e criação de arquivos de texto, o Google Drive disponibiliza 5 GB gratuitamente para você armazenar seus arquivos na nuvem, independente do tipo de arquivo que seja. Não é legal isso?

O único lado negativo no Google Drive, em comparação com o Microsoft Office e o LibreOffice é a necessidade de uma conexão com a internet.

O Google Drive tem versões para celulares, tablets e computadores. Para fazer sua conta, basta já ter uma conta do Google (Gmail) e acessar o site do Google Drive.

Alternativas para o Office

O Google Drive tem o diferencial de ser interativo, ou seja, duas pessoas podem editar o mesmo arquivo ao mesmo tempo pela rede, além de ter 5 GB de espaço de armazenamento na nuvem gratuitos. (Foto: play.google.com)

Há muitas opções de editores de arquivos gratuitos que não citamos aqui. Optamos por escolher duas delas que trabalham muito bem em conjunto: uma opção offline e uma online. Você pode optar também por comprar o pacote Office, o que não é uma decisão ruim também. Mas se você quer a mesma qualidade ou até melhor, mas gastando nada por isso, a combinação LibreOffice e Google Drive será mais do que o suficiente para satisfazer suas necessidades, para editar e criar documentos para seu dia a dia.

2 comentários para “Como trocar seu Microsoft Office por uma alternativa gratuita?”

  1. Cosme Damião Xavier

    Ainda não conhecia o LIbreOficce, mas já trabalhei com o OpenOficce. O problema do OpenOficce é que quando trabalhei com o PoewrPoint dele, o mesmo não era 100% compatível com o PoewrPoint da Microsoft, gerando problemas na apresentação.

    Fica a dúvida se o PowerrPoint do LibreOficce é 100% compatível com o PoewrPoint da Microsoft.

    Responder
    • Equipe Palpite Digital

      Oi Cosme.

      100% compatível não é não, infelizmente.
      Mas é possível assim mesmo fazer excelentes apresentações.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)