Sustentabilidade é uma palavra que está na moda. Ela tem estado presente em muitos lugares: conferências, discursos, notícias, propagandas, e infelizmente até já virou uma grande estratégia de marketing de empresas que adotam o slogan mais por conveniência do que por preocupação e consciência das condições em que o planeta se encontra. Mas tirando de campo essa pseudo-consciência ambiental, que na verdade não quer é perder o bonde do mercado e do consumo, essa palavra está na moda e em voga não por acaso. Basta pensar um pouco para além de nossa realidade imediata, e veremos que a matéria que consumimos – tal como a madeira de nossa mesa, os metais de nosso computador, o papel de nossos livros, a água que automaticamente bebemos da torneira, o petróleo que faz nossos carros andarem, e assim por diante – não são infinitos e inesgotáveis.

O que é desenvolvimento sustentável

Desenvolvimento sustentável e sustentabilidade

O ritmo com o qual o homem transformou a natureza neste século XX industrial, produzindo seus bens e satisfazendo suas necessidades, visando desenvolvimento e progresso econômico a qualquer custo, mostrou-se como um ritmo suicida e egoísta, pois não esteve atento um só momento às futuras gerações que virão habitar o planeta e ao planeta ele mesmo. Nos EUA, por exemplo, a vegetação foi quase toda devastada, em função da agricultura comercial, da extração da madeira e da formação de pastagens. É um país que obteve um amplo desenvolvimento econômico na segunda metade do século XX, mas que no entanto, vive uma catástrofe ambiental, embora muitos norte-americanos não dêem conta deste fato. Os EUA e muitos outros países são a prova de um desenvolvimento que ocorreu às custas da exploração irrefletida dos recursos, seja dentro dos seus territórios, ou mesmo fora, por exemplo, em países da África e colônias que tiveram seus recursos pilhados por intervenção estrangeira. O rumor diante da falta de água dentro de alguns anos em certos lugares do planeta, foi um dos pivôs para se pensar o consumo e a exploração dentro de uma lógica sustentável, que se utilize dos recursos sem esgotá-los.

Neste sentido, a sustentabilidade, ou o desenvolvimento sustentável, é a resposta histórica necessária a esse modo explorador, irracional e imediatista diante dos recursos naturais. Não é possível pensar em recursos disponíveis infinitamente. Se a extração de tal recurso é acelerada, seu desaparecimento também será, comprometendo as futuras gerações e a saúde do planeta. O desenvolvimento sustentável visa justamente a equação entre exploração dos recursos e manutenção/preservação dos mesmos. É a tentativa de manter o desenvolvimento econômico sem a necessidade de agressão e pilhagem do planeta. As ações que visam a sustentabilidade passam/devem passar por vários setores e práticas, tais como:

  • Os recursos vegetais de matas e florestas serão utilizados de maneira planejada e mapeada, com garantia de replantio.
  • Áreas verdes, lagos, rios e mares deverão ser preservados e não utilizados para exploração econômica.
  • Incentivo à agricultura familiar que não agride o ambiente com produtos tóxicos nem necessita de grande área para cultivo.
  • Coleta seletiva e reciclagem de certos materiais, como plástico, metal, vidro e papel.
  • Utilização de produtos e embalagens não-descartáveis.
  • Exploração de recursos minerais como petróleo, carvão, minérios, de forma controlada e planejada.
  • Pesquisa e utilização de fontes de energia renováveis como eólica, solar e hidráulica, que não queimam combustíveis fósseis nem gastam os recursos minerais.
  • Ações que não passem somente pela iniciativa individual, mas institucional, como a implementação de medidas punitivas eficazes de empresas poluentes.

No entanto, essas medidas realizadas isoladamente não resolverão o problema como um todo, é necessário não só uma mudança de mentalidade e prática individual, mas uma mudança de paradigma e organização política e social. Ou você realmente acha que deixar de usar sacolinha de plástico é uma solução e pronto-acabou? Enquanto você recicla seu lixo, com toda boa intenção, empresas multinacionais de mineração estão esburacando países no continente africano e outros estão promovendo guerras em busca de petróleo. E aí, esse é um problema individual ou do sistema como um todo?

Desenvolvimento sustentável do planeta

Ações para o desenvolvimento sustentável

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)