A engenharia de software é uma profissão sempre em mudança e que se adapta à medida que novas tecnologias são desenvolvidas. Devido à suas mudanças naturais, existem vários pontos de entrada na profissão. E embora não exista um único caminho para se tornar um desenvolvedor de software, as etapas abaixo descrevem o caminho geral para seguir.

Como se tornar um desenvolvedor de software: começando pela educação

Concluir uma educação formal é o primeiro passo para se tornar um engenheiro de software. Os estudantes em potencial podem selecionar programas de treinamento tradicionais e não tradicionais para obter a educação necessária para prosseguir os cargos de nível de entrada. Algumas opções incluem:

Formação técnica

Embora os empregadores geralmente preferem candidatos com um diploma de ensino superior, um grau técnico pode abrir as portas para empregos de nível de entrada no campo. Os alunos podem optar por buscar graduações em várias áreas relacionadas como técnico de software ou técnico de sistemas. O curriculum centra-se nos princípios fundamentais dos softwares, linguagens de programação e abordagens modernas para o desenvolvimento de softwares.

Formação superior

Um diploma de bacharel em ciência da computação, ou um campo relacionado, é o grau mínimo tradicional preferido pelos empregadores. Os programas de ensino superior expõem os alunos a um currículo mais amplo, que fornece uma base em matemática e ciência da computação. Os alunos desenvolvem uma compreensão abrangente de programação, arquitetura de software e testes de software. Eles também podem fazer cursos especializados em áreas de aplicação, como redes ou sistemas embarcados.

Carreira de desenvolvedor

A carreira de desenvolvedor de software é difícil, mas começando com o pé direito é possível fazer parte desse rol de profissionais tão requisitado no mercado. (Foto: Greattelangaana)

Cursos de programação

Cursos de programação e bootcamps são um caminho educacional relativamente novo para engenheiros ou desenvolvedores de software aspirantes. Esses programas normalmente duram entre 8 e 12 semanas e colocam os alunos em um ambiente de aprendizagem prático e imersivo. Após a graduação, os alunos devem estar prontos para carreiras de nível inicial como engenheiros de software ou desenvolvedores.

Para a carreira de criar softwares, todos devem começar em um estágio

Concluir um estágio oferece aos alunos experiências reais. As empresas de tecnologia podem oferecer estágios para estudantes com bacharel ou mestrado que buscam expandir suas habilidades em áreas específicas, como Java, XML ou SQL. Os estágios normalmente duram entre três e seis meses e permitem que os alunos trabalhem em projetos específicos ou produtos relacionados às suas habilidades.

Busque uma especialização para a carreira de desenvolvedor

De um modo geral, existem duas especialidades em engenharia de software: aplicativos e desenvolvimento de software/sistemas. No entanto, existem áreas distintas de prática dentro de cada uma dessas áreas. Os engenheiros de software podem escolher tornar-se especialistas em uma única linguagem de programação ou tipo de desenvolvimento. É bom associar as demandas do mercado com seus interesses para escolher uma especialização que será valorizada pelos constratantes.

Procure oportunidades para desenvolvedores iniciantes

Depois de se graduar ou terminar um curso, o próximo passo é buscar emprego de nível inicial. Por causa da demanda, a engenharia de software é avaliada como uma das melhores carreiras de nível de entrada disponíveis. Embora o trabalho dos sonhos possa estar em grandes empresas, os potenciais engenheiros de software podem começar com uma pequena caçada local porque, na profissão, a experiência é uma mercadoria crítica para o avanço da carreira.

Obtenha certificados como desenvolvedor

Embora algumas certificações tenham perdido seu brilho, elas continuam sendo parte integrante da indústria de tecnologia. A engenharia de software é precisa e técnica, e a obtenção de certificações verifica o conhecimento e as habilidades de um candidato. Além da experiência, a certificação pode melhorar a comercialização de uma pessoa em um mercado cada vez mais competitivo. As certificações estão disponíveis a partir de fornecedores de tecnologia (por exemplo, Microsoft, Cisco e Oracle), bem como organizações profissionais (por exemplo, IEEE) e são adaptadas a áreas específicas da prática.

Participe de conferências de desenvolvimento

A inovação impulsiona a mudança. Isso significa que os engenheiros de software precisam se manter a par dos desenvolvimentos mais recentes na profissão geral e na sua especialidade. Ir para conferências é uma ótima maneira de se conectar com outros engenheiros de software e aprender sobre novos produtos, práticas comerciais e tecnologias.Existem até conferências online que desenvolvedores podem participar e conquistar novos conhecimentos.

Faça uma pós graduação em desenvolvimento

Um diploma de pós-graduação oferece a oportunidade de se qualificar para cargos de gestão e liderança na indústria. Além disso, há mais para o desenvolvimento de software do que apenas a programação. A engenharia de software envolve habilidades interdisciplinares, como o pensamento crítico, análise de custos e gerenciamento de projetos, todas habilidades que podem ser aprimoradas em um programa de mestrado ou MBA em informática, engenharia informática, ciência da informação ou engenharia de software.

Como você se tornou ou pretende se tornar um desenvolvedor de softwares? Que dicas daria para quem quer começar nessa carreira?

Marcadores: ,

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)