O custo médio de um único ataque de malware para as empresas é de milhões. Além disso, as organizações passam em média 50 dias para se estabilizar após o ataque. O aumento alarmante de ataques de malware não deve apenas nos preocupar, mas também nos conscientizar de suas consequências.

Tomar ações contra atividades maliciosas deve ser uma prioridade se pretendermos manter nossas informações seguras. Os cibercriminosos espirituosos adotam novas técnicas todos os dias e usam diferentes variantes de malware.

O malware tem sido uma ameaça para empresas e até indivíduos desde a década de 1970. Tornou-se popular após o aparecimento do vírus Creeper. Desde então, milhares de variantes de malware foram criadas, causando o máximo de danos e interrupções possível.

Neste artigo, lançaremos luz sobre a definição de malware e os diferentes tipos de malware. Também forneceremos um guia sobre como se livrar do malware.

O que é malware?

Malware é um programa, software ou arquivo malicioso que é prejudicial ao computador. O malware vem em diferentes formas. Pode estar na forma de vírus, spyware, cavalos de Tróia, worms e muito mais.

Os programas maliciosos interferem na operação regular do computador. Eles o fazem criptografando, sequestrando, roubando ou até excluindo as informações do usuário. Alguns podem até monitorar secretamente a atividade do computador sem o conhecimento do usuário.

Os diferentes tipos de malware entram no dispositivo do usuário de várias maneiras. No entanto, o método mais comum é através de emails. Este é o método mais usado para ataques cibernéticos. 9% do malware chega ao computador através de emails.

Alguns invadem o dispositivo através de links, enquanto outros podem ser entregues através de mídia especial ou mensagens instantâneas.

Tipos de malware

Como mencionado anteriormente, existem diferentes tipos de malware. Cada malware tem uma maneira única de atacar e causar estragos no computador. Discutidos abaixo são os principais tipos.

1. Vírus

Este é o principal tipo de malware. Os vírus de computador afetam o código limpo do usuário e inserem códigos maliciosos neles. Quando o usuário desavisado os executa, eles se espalham amplamente por todos os arquivos e programas de computador.

Como resultado, eles interferem na funcionalidade normal dos sistemas de computadores, arquivos corrompidos e até impedem as pessoas de usar seus computadores. Os vírus estão contidos em arquivos executáveis.

2. Worms

Worms afetam os sistemas de computador. Eles existem há mais tempo que os vírus e são espalhados por e-mails. Quando um usuário abre um email contendo um worm, todos os sistemas conectados na empresa são infectados.

3. Trojans

Muitos hackers usam cavalos de Tróia como arma. Isso ocorre porque os cavalos de Troia se assemelham a programas legítimos. Eles, no entanto, contêm instruções maliciosas.

O primeiro Trojan foi descoberto antes dos vírus de computador e, portanto, eles infectaram muitos computadores. Trojans são transmitidos através de e-mails.

O tipo mais popular de Trojan é o falso pop-up que afirma que seu dispositivo está infectado. Ele o direciona para um programa antivírus artificial e instrui você a limpar seu dispositivo com ele. Quando você segue as instruções, seu PC é infectado.

4. Ransomware

Comumente conhecido como scareware, o ransomware bloqueia uma rede de computadores inteira. Ele bloqueia todos os usuários de computador até que eles paguem um resgate. Os invasores cibernéticos usam ransomware para atacar grandes organizações devido ao impacto que isso traz.

Eles não atacam apenas as empresas sozinhas, mas também indivíduos e governos. Os ataques de resgate não parecem diminuir tão cedo e, portanto, custarão às empresas mais de bilhões.

5. Spyware

Assim como o nome sugere, o spyware é usado por pessoas que desejam espionar as atividades de outras pessoas. Nos ataques direcionados, os cibercriminosos usam spyware para encontrar as senhas ou a propriedade intelectual de terceiros.

Ao contrário dos outros tipos de malware, é fácil remover spywares depois que você os observa no seu computador.

6. Adware

Você provavelmente já encontrou o adware uma ou mais vezes ao usar o dispositivo. O adware captura a atenção do usuário por meio de anúncios maliciosos.

Eles direcionam os navegadores do usuário para outras páginas falsas que contêm promoções falsas de produtos. Quando o usuário clica neles, o malware chega ao computador.

7. Malvertising

Isso é semelhante ao adware. A única diferença é que o malvertising usa redes ou anúncios legítimos para entregar malware. Os invasores cibernéticos pagam um site autêntico para colocar um anúncio neles.

Quando o usuário segue o anúncio, ele recebe um código que o direciona para um site mal-intencionado. Em alguns casos, o software malicioso pode fazer o download automaticamente no seu computador.

Combatendo Malwares

Entenda os Malwares e veja como eles devem ser combatidos. (Foto: Threatpost)

Sinais de alerta de que seu dispositivo tem uma infecção por malware

Alguns dos sinais de aviso incluem:

1. Computador lento

Um computador com execução lenta é um sinal comum de que o dispositivo possui uma infecção por malware. Seus programas e sistemas de computador estão demorando mais para serem inicializados? As operações gerais do computador ficaram extremamente lentas?

Se for esse o caso, seu dispositivo pode ter um vírus. No entanto, é aconselhável verificar se há outras causas para as operações lentas. Por exemplo, você pode verificar se ficou sem memória RAM.

Você também pode verificar se o hardware está danificado. Se você não conseguir localizar nenhum problema, será correto supor que seu computador esteja infectado por malware.

2. Falhas regulares

Não é normal que um computador continue enfrentando falhas frequentes. Se de repente começar a falhar, o dispositivo poderá ser vítima de malware no computador.

3. Abertura e Fechamento Automático de Programas

Alguns tipos de malware causam o fechamento e a abertura automáticos de aplicativos. No entanto, antes de assumir que é um malware, verifique se os programas são compatíveis com o seu computador.

Alguns se comportam dessa maneira quando não se integram bem ao dispositivo.

4. Falta de dispositivos de armazenamento suficientes

Alguns malwares manipulam os arquivos que você armazenou no computador. Eles geralmente enchem a unidade com arquivos maliciosos e ocupam todo o espaço.

Se você encontrar algum arquivo ou programa de armazenamento estranho no seu computador, não o abra. Pode ser um malware. Em vez disso, copie o nome e pesquise na Internet.

Se for um malware, encontre a melhor maneira de proteger seu computador contra ele.

5. Atividades de dispositivos externos suspeitos

Tome isso como um sinal vermelho quando o disco rígido ou o modem começarem a funcionar excessivamente quando você não tiver programas em execução. Digitalize o computador para tirar suas dúvidas.

6. Pop-Ups e outros programas indesejados

Programas e anúncios indesejados são sinais irritantes de que seu computador está infectado. Como mencionado anteriormente, a maioria dos pop-ups vem de páginas suspeitas e, na maioria das vezes, aparecem no Facebook ou e-mail.

Seu computador pode ser facilmente infectado quando você clica neles. Outros pop-ups prometem recompensas em dinheiro. Depois de colocá-los no seu computador, instale o software antivírus imediatamente.

7. Envio de spams

Seus amigos dizem que você os enviou links suspeitos por e-mail ou mídia social? Nesse caso, alguém pode ter instalado spyware no seu computador. Você pode resolver isso criando senhas fortes.

8. Malware móvel

Os telefones celulares também são propensos a malware. O malware móvel revela a câmera, o GPS, o acelerômetro e o microfone do dispositivo de acesso. A maioria dos malwares móveis é transmitida por downloads de usuários, especialmente de aplicativos maliciosos.

A maioria das pessoas é vítima de aplicativos maliciosos, pois pesquisas mostram que mais de 10.000 pessoas baixam malware sem saber.

Também é enviado através de links maliciosos a partir de mensagens de texto ou e-mails. Outros são transmitidos através de conexões wifi e Bluetooth.

Os dispositivos móveis que executam o sistema operacional Android são mais propensos a malware móvel em comparação aos dispositivos iOS. Os dispositivos Apple iOS raramente recebem infecções por malware.

Sinais de que seu celular está com malware

Alguns dos sinais comuns incluem:

Aumento no uso de dados: um telefone com bugs maliciosos ocasionalmente mostra picos inexplicáveis ??no uso de dados.

Cobranças inexplicáveis por dados: vírus de telefone maliciosos podem enviar testes ou até fazer chamadas usando seu telefone. Portanto, se você perceber essas cobranças no telefone, verifique suas mensagens para encontrar a causa.

Bateria descarregada rápida: uma bateria descarregada é um sinal de aviso de que seu telefone está infectado. Se possível, procure um especialista para avaliar os motivos.

Superaquecimento e baixo desempenho: worms, vírus e adwares usam os recursos do telefone para transmitir seu conteúdo malicioso. Isso causa mau desempenho ou superaquecimento do telefone.

Telefone lento: assim como um computador, um telefone lento pode mostrar que seu telefone está infectado. A melhor maneira é limpá-lo com um antivírus.

Aplicativos e pop-ups desconhecidos: isso é muito comum, especialmente ao usar plataformas de mídia social como o Instagram. Desinstale qualquer aplicativo estranho encontrado no seu aplicativo.

Como remover malware?

Agora que passamos pelos sinais de aviso de infecção por malware, você pode saber se o seu computador possui malware ou não.

Alguns malwares podem ser difíceis de remover completamente dos sistemas do seu computador. No entanto, existem algumas etapas que você pode seguir para reduzir seus efeitos. Confira:

1. Desconecte o dispositivo da Internet

O primeiro passo para solucionar uma suspeita de ataque de malware é desconectar o sistema da Internet. Você pode fazer isso fisicamente desconectando seu roteador wifi. Isso impede que seus dados confidenciais sejam transmitidos para outras plataformas online.

2. Inicialize seu computador no modo de segurança

Transformar seu computador no modo de segurança torna impossível o carregamento do malware. O modo de segurança inativa os arquivos nocivos, facilitando a remoção deles. Para entrar no modo de segurança, reinicie o computador e pressione a função F8. Pressione e segure até a janela ativar o modo de segurança.

3. Faça backup de seus arquivos

Faça backup de suas fotos, documentos e vídeos. Isso evitará que eles se percam quando você digitaliza o computador. No entanto, não faça backup dos arquivos do programa, pois algumas infecções podem estar escondidas lá.

4. Faça o download de um scanner de malware

Existem muitos scanners antivírus. Você pode baixar um usando o dispositivo do seu amigo e enviá-lo ao seu usando uma unidade USB. Todo scanner de malware vem com instruções de instalação. Siga-os e instale o programa. Depois disso, limpe todos os cookies do seu navegador e ignore os aplicativos que o seu software antivírus bloqueou. Além disso, se o seu antivírus bloquear o acesso a alguns sites, evite-os também. Além disso, atualize o sistema operacional do seu computador.

5. Execute a verificação

Clique na opção de digitalização no programa. Se o seu computador tiver infecções por malware, o scanner sob demanda informará que seu sistema está danificado.

A digitalização deve levar alguns minutos ou até horas, dependendo do tipo de software que você está usando. Os resultados da verificação informarão se o malware foi detectado e removido. Após a verificação, reinicie o computador.

6. Execute uma verificação completa usando outro programa de malware

É recomendável tentar outros programas antivírus após a primeira verificação. Isso confirmará que, de fato, todos os vírus foram removidos. Se o novo software encontrar infecções adicionais, reinicie a máquina novamente.

7. Atualize seu sistema operacional

Sua janela mostra uma lista de todos os programas instalados. Para vê-los, abra o painel de controle. Clique em programas, depois em programas e recursos.

Veja uma lista de todos os programas para confirmar que não há programas desconhecidos ou suspeitos. Você também pode atualizar seu navegador.

8. Redefina suas senhas

O malware excluído pode ter capturado suas senhas e as encaminhado para invasores cibernéticos. Por esse motivo, você deve alterar todas as senhas e torná-las o mais seguras e possíveis. Repita o mesmo processo ao digitalizar um telefone celular.

E se as etapas acima discutidas não removerem o malware?

O uso de um antivírus para limpar o sistema funciona apenas nas infecções padrão. As etapas acima podem não ser eficazes se o seu sistema for atacado seriamente. Também pode não funcionar se o malware tiver uma origem desconhecida.

Uma maneira adicional de remover malware do seu computador é utilizando os scanners de malware online.

A última opção seria formatar seu sistema completamente. Você também precisará reinstalar o sistema operacional após formatar seu pedido.

Atualize seu computador regularmente

Lembre-se de que os antivírus não impedem o computador de receber vírus. Eles são usados apenas para detecção e remoção de malware. Para ficar seguro, mantenha suas janelas atualizadas. Além disso, verifique se o seu dispositivo está executando um software antivírus para sinalizá-lo em caso de infecção.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)