A conectividade instantânea mudou a forma como vivemos e trabalhamos para melhor, mas essa conveniência tem um preço muito alto: sua privacidade! É por isso que se tornou mais importante do que nunca assumir a responsabilidade de proteger sua privacidade na Internet e informações pessoais.

O que é privacidade na Internet?

A privacidade na Internet, também conhecida como privacidade online, é um subconjunto de privacidade de dados e um direito humano fundamental. Basicamente, refere-se à privacidade pessoal a que você tem direito quando exibe, armazena ou fornece informações sobre você mesmo na Internet.

Isso pode incluir tanto informações de identificação pessoal quanto informações de identificação não pessoais, como seu comportamento em um site. Sem privacidade na Internet, todas as suas atividades estão sujeitas a serem coletadas e analisadas pelas partes interessadas!

Violação da privacidade na internet

Agora que você entende o que é a privacidade na Internet e sua importância, vamos discutir os problemas mais comuns que cercam sua privacidade online hoje:

Rastreamento

Ao navegar na Internet, você deve ter notado os anúncios incômodos que seguem você para onde você está, com base em suas pesquisas na Web anteriores ou visitas a sites. Bem, isso é porque seus movimentos são rastreados por sites, anunciantes, etc.

O perfil de cookies e outras técnicas são usados para rastrear suas atividades online e criar um perfil detalhado dos seus hábitos de navegação. Algumas pessoas podem não se importar de receber anúncios relevantes, mas para outros isso é uma invasão séria de privacidade.

Vigilância

Alguns governos espionam seus cidadãos online para supostamente ajudar as agências de aplicação da lei. Tomemos, por exemplo, a Lei de Poderes Investigatórios do Reino Unido, que autoriza a vigilância em massa e permite que o governo monitore legalmente o uso da Internet de seus cidadãos.

Empresas de Internet, empresas de telecomunicações, bem como outros provedores de serviços de comunicação são obrigados a manter registros de conexão de Internet por um ano, que podem ser obtidos por autoridades governamentais e usados em investigações, mesmo que você não esteja relacionado a eles de qualquer forma!

Roubo

Milhões de pessoas são afetadas pelo roubo de identidade. Os cibercriminosos usam técnicas de malware, spyware e phishing para invadir suas contas ou dispositivos online e roubar suas informações pessoais para se envolver em atividades como roubo de identidade. As vítimas, é claro, acabam perdendo a maior parte ou todo o seu dinheiro suado, só porque não tiveram cautela quando se trata de abrir anexos, mensagens instantâneas ou e-mails de fontes desconhecidas.

Privacidade na internet

Garanta sua privacidade na internet para que sua identidade e dados sejam conservados. (Foto: Medium)

O direito a privacidade na internet e seu comportamento

Você já ouviu uma e outra vez que a privacidade e a segurança online são importantes, mas você realmente faz alguma coisa? A maioria de nós pratica uma má higiene na Internet e nem percebe isso. Esse uso pode prejudicar nosso direito a privacidade, e alguns desses comportamentos são listados abaixo:

Usar a mesma senha e login

Claro, é fácil lembrar e fazer as coisas online quando você usa as mesmas credenciais nas suas contas. Mas se um cibercriminoso conseguir acessar suas contas, provavelmente entrará nas outras também.

Ficar logado em sites

Não sair de sites e lembrá-los de suas credenciais é realmente conveniente. No entanto, ele também deixa suas contas online e informações pessoais vulneráveis a qualquer pessoa que use ou hackeie seu dispositivo.

Usando serviços sem ler termos e condições

Nunca clique em “concordo” até entender em que você está se metendo. Você não gostaria de conceder legalmente às empresas e provedores de serviços acesso a todos os tipos de dados.

Abrir anexos suspeitos ou baixando arquivos mal-intencionados

Você deve ter cuidado ao abrir anexos em e-mails ou mídias sociais, pois eles podem conter malware e vírus. Da mesma forma, sempre baixa arquivos de fontes confiáveis, pois isso pode resultar em uma infecção por vírus.

Como proteger sua privacidade e segurança na Internet?

Se você chegou até aqui, provavelmente tem uma ideia melhor de quais são as preocupações com a privacidade na Internet que afetam os usuários. Agora, você pode estar se perguntando “como eu protejo minha privacidade online?” Bem, aqui estão algumas medidas que devem ser seguidas:

Proteja seu navegador da Web

Seu navegador é o principal programa que você usa para ficar online, portanto, certifique-se de tomar as medidas necessárias para protegê-lo. Afinal, os cibercriminosos podem aproveitar as brechas nos navegadores para acessar os dados pessoais em seu dispositivo.

Use uma rede privada virtual (VPN)

O uso de uma VPN é a melhor maneira de proteger sua privacidade na Internet. Ele não apenas altera seu endereço IP e atribui a você um novo baseado no servidor VPN ao qual você está conectado, mas também protege o tráfego de entrada e saída com criptografia de alto nível. Como resultado, suas atividades online e informações pessoais permanecem seguras e privadas de bisbilhoteiros.

Mantenha seu software atualizado

Se você deixar vulnerabilidades em seu software, é provável que os bandidos os explorem! Mantenha seu sistema operacional, navegador e outros softwares (como Adobe Flash e Java) atualizados para garantir que você não perca novos recursos e correções de segurança. Se você achar que é complicado aplicar atualizações manualmente, sempre poderá usar ferramentas para automatizar suas atualizações de software.

Instale um programa antivírus e ative o firewall

Você pode manter sua segurança de conteúdo prejudicial na Internet com algumas precauções simples. Um programa antivírus forte manterá seu dispositivo livre de todos os tipos de malware, como spyware, vírus, cavalos de Troia etc. Você também deve ativar seu firewall para manter o tráfego de rede indesejado longe. A boa notícia é que a maioria dos sistemas operacionais vem com ele embutido.

Exclua cookies na saída do navegador

Você deve excluir cookies regularmente, pois eles são usados ??por websites, anunciantes e outros terceiros para rastreá-lo online. Embora você possa limpar seus cookies manualmente, é melhor configurar seu navegador para excluí-los automaticamente no final da sessão de navegação. Se você não sabe como, siga nosso guia para excluir cookies de navegação automaticamente na saída do navegador.

Ajuste suas configurações no Google, Facebook, etc.

Aproveite as opções disponíveis para você. As grandes empresas de Internet, como o Facebook e o Google, geralmente oferecem opções para desativar algumas, senão todas, as personalizações e rastreamentos delas. Por exemplo, você pode gerenciar suas preferências de anúncios no Facebook, enquanto o Google permite que você desative a personalização de anúncios.

Perguntas frequentes sobre privacidade na Internet

A seguir estão as respostas para algumas das perguntas mais freqüentes sobre privacidade na Internet:

A privacidade da Internet ainda existe?

Sim, com certeza parece assim. Toda vez que você navega na Internet, sua privacidade é constantemente ameaçada por criminosos cibernéticos, governos e corporações que desejam colocar suas mãos em suas informações pessoais. É exatamente por isso que cabe a cada um de nós proteger nossa privacidade e espaço pessoal na Internet.

Por que a privacidade na Internet é importante?

Tome um segundo e imagine um mundo sem privacidade na Internet, onde todas as suas atividades e informações pessoais, como registros médicos, saldos bancários, informações de cartão de crédito e e-mails, existem na planície aberta para qualquer um ver.

Ainda acha que você não tem nada a esconder?

Provavelmente não. A privacidade é importante porque, sem ela, a Internet se torna um lugar menos seguro para entrar. Afinal de contas, não haveria nada que impedisse que o que você faz online fosse totalmente público.

O desejo da privacidade na Internet diminuirá gradualmente?

O desejo de privacidade na Internet só vai aumentar com o tempo. Por quê? Porque nossas atividades online estão sempre sendo rastreadas e registradas por alguém seja pelo provedor de internet, grandes empresas de internet como o Google e o Facebook, ou órgãos governamentais. Como tal, mais e mais usuários da Internet estão percebendo a importância de proteger sua privacidade e dados pessoais. Isso fica evidente pelo fato de que, nos últimos anos, houve um crescimento significativo no uso de VPNs e outras tecnologias de anonimato.

Embora muitos sites de mídia social e mecanismos de pesquisa possam ser usados sem custo, eles geralmente custam a sua privacidade na Internet à medida que acompanham seu histórico de navegação e o vendem ao maior lance ou usam essas informações para mostrar anúncios segmentados.

A navegação privada não protege sua privacidade de entidades que monitoram suas atividades na Internet. Isso só impede que o seu navegador grave informações sobre você. Os terceiros ainda podem ver o que você está fazendo online.

Tudo o que você faz e onde quer que você vá online já foi salvo e arquivado pelo seu ISP. Como eles atribuem seu endereço IP, seu tráfego da Internet (quais sites você está visitando, quais aplicativos você está usando etc.) pode ser visto por eles à medida que passa pelos servidores.

Privacidade na Internet é o seu direito básico e você precisa lutar por isso! Ao incorporar essas dicas de privacidade na Internet em sua vida diária, você poderá proteger sua privacidade online e navegar com tranquilidade, sabendo que suas informações pessoais não cairão em mãos erradas.

Como você preserva sua privacidade na internet? Quais estratégias funcionam melhor para você?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)