Como transferir arquivos grandes online?

Em Como usar a Internet por André M. Coelho

Se você acabou de gravar um vídeo em casa ou criou um grande vídeo de várias horas, sem dúvida, você estará ansioso para compartilhá-lo com seus amigos e familiares.

Dependendo do tamanho e número de arquivos que você precisa enviar, isso pode ser um problema. Por exemplo, o Gmail permite que você anexe arquivos de até um limite no total para mensagens de e-mail. Sem mencionar o fato de que arquivos grandes irão comer rapidamente em sua cota de espaço de armazenamento enquanto espreita na sua pasta enviada!

Se você precisar enviar arquivos grandes on-line, há muitas maneiras de fazê-lo sem correr em problemas – e nos destacamos 12 dos melhores aqui, a grande maioria dos quais são livres (embora tendam a ter níveis premium se Você quer pagar por um serviço melhorado).

1. Transferir arquivos via VPN

O que uma VPN tem a ver com compartilhar arquivos grandes? Bem, sem saber para muitos, alguns provedores de serviços de Internet (como a Virgin Media) usam gerenciamento de tráfego de banda larga para moderar a largura de banda de upload (em vez de download).

Uma VPN significa que seu provedor não pode determinar o tipo de arquivos que você está fazendo o upload e, portanto, não pode – na teoria – aplicar alguma limitação de tráfego para sua conta.

P2P (peer-to-peer), um dos métodos mais populares e confiáveis para mover uma grande quantidade de dados, é o tipo de conteúdo mais provável de ser sinalizado e pressionou as linhas prioritárias. Nós compilamos uma lista dos melhores serviços de VPN disponíveis. Apenas tenha em mente que sua quilometragem irá variar e usar uma VPN também pode desacelerar sua conexão.

2. Use um serviço especializado para transferir arquivos grandes

Há uma nova classe de serviços de transferência de arquivos que são baseados em navegador e têm tecnologia proprietária integrada para acelerar o upload de arquivos grandes. Existem vários serviços especializados na transferência de arquivos enormes (20GB +) através da nuvem. Estes serviços oferecem um modelo de preços ou até um uso gratuito limitado.

Vale lembrar que os serviços gratuitos podem ter algum tipo de limitação de banda e tamanho de arquivos para transferência.

3. Faça a compactação de arquivos grandes

Uma das soluções mais fáceis para o problema de enviar arquivos grandes é usar software de compactação de arquivos, como o programa de plataforma cruzada 7-Zip. Isso é particularmente útil se você tiver vários arquivos, como você pode colocá-los em uma pasta e comprimir todos eles de uma só vez. Como regra geral, um arquivo grande será transferido mais rápido que uma pasta contendo arquivos menores do mesmo tamanho.

O 7-Zip está disponível para Windows, Mac e Linux, e pode compactar arquivos para o formato zip regular, bem como seu próprio 7zip ligeiramente mais eficiente. A maioria dos principais sistemas operacionais pode extrair arquivos ZIP sem nenhum software adicional. 7-Zip também permite definir uma senha para proteger os arquivos, para que você possa compartilhá-los com segurança. Apenas tenha em mente que o upload de arquivos muito grandes pode expirar.

Você pode também separar o arquivo em várias partes, com um tamanho máximo cada. Assim, você pode transferir arquivos até em programas de bate papo como o Telegram, que tem limitação em cada arquivo, escolhendo um tamanho para cada parte que é o máximo que o programa comporta.

Enviando arquivos grandes online

Faça o envio de grandes arquivos online com programas e dicas que vão agilizar o processo. (Imagem: TechEngage)

4.Transferir arquivos maiores pelo Google Drive

Embora as mensagens do Gmail só possam ter anexos até 25MB de tamanho, quando os arquivos são muito grandes, o Google oferece a opção de colocá-los em seu Google Drive e enviar um link para compartilhar. Os usuários do Gmail podem compartilhar arquivos e pastas de até 10 GB de tamanho.

Considerando que o nível gratuito do Google lhe dá 15 GB de armazenamento, você pode compartilhar repetidamente arquivos grandes totalmente gratuitos (supondo que você exclua, enxágüe e repita).

O Google permite que você escolha se deseja criar um link que possa ser compartilhado com ninguém, ou um que esteja disponível apenas para as pessoas a quem você envia o email com o link. Planos Premium começam em preços mensais acessíveis para armazenamento de até 100 GB.

5. Transferir arquivos via FTP

Enquanto o FTP (Protocolo de Transferência de Arquivos) pode ser bastante antigo quando comparado com os serviços de nuvem, como Dropbox e Google Drive, ainda é uma das formas mais confiáveis de fazer upload e baixar arquivos.

Todos os sistemas operacionais suportam FTP e há uma abundância de sites e complementos que suportam o upload e o download de dentro do seu navegador, como o FireFTP. Os usuários do Windows e Mac também podem usar o cliente Cyberduck Free Desktop FTP.

A única desvantagem para isso é que você precisa ter acesso a um servidor remoto (como um serviço de hospedagem na web). Muitas empresas como a DriveHQ oferecem algum espaço de armazenamento gratuito (5GB), e os preços podem comparar muito favoravelmente com provedores de armazenamento em nuvem.

6. WeTransfer para transfer

O WeTransfer é um dos serviços mais simples de usar para compartilhar arquivos grandes. Alguns cliques do mouse e o site enviarão automaticamente arquivos para você, e estes estarão disponíveis para download por sete dias. Tudo é muito fácil de usar, também, com um assistente passo a passo para percorrer o processo de upload.

Você pode transferir até 2 GB em uma conta gratuita, mas por um valor fixo por mês ou anual, você pode atualizar para WeTransfer Plus, o que permite até 200 GB de transferências de arquivos de cada vez, e 1TB de armazenamento. Você também terá a opção de definir uma senha para baixar arquivos.

7. Resilio Sync para enviar arquivos

Este utilitário acessível usa o protocolo BitTorrent – projetado especificamente para compartilhar arquivos grandes – para sincronizar arquivos entre seus dispositivos. Esta conexão peer-to-peer pode ser usada para dois ou mais dispositivos, como um PC de telefone e desktop.

O Resilio Sync também suporta a geração de links seguros para permitir que seus contatos baixem arquivos de suas pastas. Isso significa naturalmente que seu dispositivo tem que estar online no momento em ordem para que eles acessem. O software em si é fornecido gratuitamente e não há limites em quantos dados você pode transferir ou armazenar.

Observe que apenas a sincronização para indivíduos é gratuita, mas famílias e empresas precisam pagar um valor.

8. Dropbox e outros serviços de armazenamento na nuvem

Inscreva-se em um serviço de armazenamento em nuvem e quaisquer arquivos movidos para sua pasta podem ser compartilhados através do uso de um link da Web. Alguns sistemas operacionais permitem que você faça isso clicando com o botão direito, para outros, você pode precisar fazer login no site e clicar no link de compartilhamento. Mais importante, a pessoa a quem você envia o link não precisa ser um usuário do serviço – eles podem simplesmente baixar arquivos do site.

Os serviços de armazenamento tem um nível livre que fornece um espaço de armazenamento, mas você pode ganhar mais recomendando amigos para usar o serviço – ou aumentar o limite se inscrevendo-se para serviço pagando uma mensalidade. Este último também permite um controle muito maior de arquivos, incluindo o controle de versão, bem como o dispositivo remoto, e você pode definir uma senha para downloads.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

No final da década de 90, André começou a lidar diretamente com tecnologia ao comprar seu primeiro computador. Foi um dos primeiros a ter acesso à internet em sua escola. Desde então, passou a usar a internet e a tecnologia para estudar, jogar, e se informar, desde 2012 compartilhando neste site tudo o que aprendeu.

Deixe um comentário