Procurando um aplicativo nuvem para Android? Ou talvez, um aplicativo nuvem para iPhone? Quem sabe, um aplicativo nuvem para Windows Phone? Melhor ainda: um aplicativo nuvem quem funcione em meus computadores e celulares. Hoje em dia, o sistema operacional para o aplicativo de armazenamento na nuvem nem importa muito, pois praticamente todos os mais famosos (e eficientes) tem uma versão para todos os sistemas operacionais. O que importa hoje são as funcionalidades de cada um desses serviços de armazenamento na nuvem. E também, quais os tipos de arquivo que cada serviço consegue lidar melhor.

Vamos então ver quais arquivos ficam melhor em cada aplicativo de armazenamento na nuvem diferente?

OneDrive: perfeito para quem lida com arquivos da Microsoft

O OneDrive é o programa de armazenamento na nuvem da Microsoft. Por isso, sua integração com os arquivos do Microsoft Office, como Word, Excel, e Access, é muito bem executada. Você pode abrir arquivos, editar, compartilhar e armazenar tudo que precisa diretamente no OneDrive.

Ponto fraco: a organização automática de arquivos do OneDrive é um pouco bagunçada, e frequentemente coloca arquivos em pastas erradas. Além disso, os arquivos proprietários da Microsoft precisam ser convertidos para serem usados sem a perda de formatação em outros programas e aplicativos, o que pode tomar algum tempo.

Ponto forte: é ideal para quem lida com toda a suíte de aplicativos Microsoft, como Windows e Office. Lidar com arquivos docx e xlsx, além de outros arquivos proprietários da Microsoft, é muito mais fácil diretamente do OneDrive, com as mudanças sendo salvas automaticamente.

Escolhendo o aplicativo certo de armazenamento na nuvem

Não importa o tipo de arquivo que você precisa guardar na nuvem, há sempre um programa de armazenamento ideal para suas necessidades. (Foto: www.cloudfuze.com)

Dropbox: perfeito para arquivos que serão compartilhados

Mesmo com as gigantes da tecnologia pegando pesado com seus programas de armazenamento na nuvem, o Dropbox ainda mantém um público fiel, que cresce a cada ano. Isso acontece porque além de ter uma versão para cada um dos diversos sistemas operacionais disponíveis, tanto para computadores, quanto para tablets e smartphones, o Dropbox tem um foco muito grande em facilitar o compartilhamento de arquivos. É coisa de dois cliques, e você já pode acrescentar uma pasta do seu PC ao Dropbox e enviar o link de download para um amigo ou colega de trabalho.

Ponto fraco: o site do Dropbox é bem básico, sem muitas opções de configurações e organização. Além disso, quando arquivos são deletados de um dispositivo sincronizado, se você não configurar direito, os arquivos são deletados de todos os seus dispositivos. Você pode perder arquivos importantes, e tem apenas 30 dias para recuperá-los da lixeira do Dropbox no site.

Ponto forte: é muito fácil compartilhar qualquer tipo de arquivo pelo Dropbox. Ideal para compartilhar fotos com amigos e familiares, músicas, livros, artigos científicos, e vídeos.

Google Drive: para concentrar seu trabalho na nuvem

O Google Drive está integrado a todos os serviços do Google, como Gmail, o Docs, e o Google Photos. Essa integração é perfeita para quem trabalha a maioria do tempo na internet, e já está acostumado com os serviços do Google. É bem simples de configurar, é fácil de usar, e a integração não deixa a desejar nem ao OneDrive.

Ponto fraco: planilhas, apresentações, slides, e textos que foram feitos no Google Drive só podem ser acessados online, salvo quando você exporta o arquivo para outro formato e o salva no computador. Além disso, o arquivo criado diretamente no Google Docs só pode ser lido pelo Google Docs, e precisa ser convertido caso queira abri-lo em outro aplicativo. O espaço para armazenamento pode ser rapidamente preenchido pelos seus emails e fotos, pois o Google Drive compartilha o mesmo espaço de armazenamento.

Ponto forte: trabalho com documentos compartilhados, editados, e criados em tempo real, em grupo. Com o uso do hangouts, é possível conversar em tempo real via chat, webcam, e voz, sendo necessária apenas uma conexão à internet para isso. O trabalho de escritório ficou muito mais dinâmico, e para quem trabalha como home office, é uma das melhores ferramentas para usar.

Box: projetos conjuntos bem armazenados e com opções extras de segurança

O Box é um serviço que tem seu diferencial nas funções oferecidas para empresas e negócios. Há um controle de privacidade para cada arquivo, e as funções específicas para colaboração são ideais para pequenas empresas.

Ponto fraco: as configurações do Box, principalmente para a privacidade, podem ser bem complicadas de se entender. Se você misturar o uso do Box para tarefas profissionais, e para tarefas pessoais, você pode acabar tendo problemas com seus compartilhamentos e privacidade.

Ponto forte: projetos, documentos, informações confidenciais, arquivos que só podem ser compartilhados com um pequeno grupo de pessoas com segurança. Arquivos CAD e de imagens RAW para projetos podem ser facilmente gerenciados no Box, principalmente na hora de trabalhar em grupo.

Google Photos: o melhor para armazenar suas fotografias e vídeos

O Google Photos é uma grande jogada do Google. Ele permite que você armazene um número ilimitado de fotografias e vídeos, respeitando o limite de até 16 megapixels para fotos e vídeos de até 1080p. Francamente, salvo fotógrafos e filmadores profissionais, que usam arquivos não comprimidos, e usuários das câmeras PureView da Nokia/Microsoft, 16 MP e 1080p é mais do que o suficiente para salvar todos seus arquivos de fotos e vídeos.

Além disso, o sistema do Google Photos é inteligente, marcando as fotos automaticamente e de forma contextualizada por data, pelos tipos de imagens, e mais. Como um bônus, o Google Photos ainda sugere alguns efeitos legais para suas fotos e vídeos.

Ponto fraco: armazenamento de arquivos de câmeras semiprofissionais e vídeos de melhor qualidade. Com a evolução das tecnologias, 1080p está se tornando obsoleto e 16 MP em breve será passado. O Google Photos com certeza terá de rever esses limites em breve.

Ponto forte: armazenamento ilimitado e sistema inteligente de organização e busca de fotos. Isso economizará muito tempo dos fotógrafos amadores e até dos profissionais, além de economizar um bom dinheiro na hora de pagar por armazenamento na nuvem.

Você tem algum programa para armazenar arquivos na nuvem que mais gosta? Qual é? Quais tipos de arquivo você guarda nele? Compartilhe conosco!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)