Como fazer um backup que dure para sempre é ótima pergunta, e um problema complicado de resolver. Afinal, para sempre é um tempo muito longo, e nada vai literalmente durar para sempre, mas existem algumas maneiras que você pode para certificar-se de que suas memórias queridas estarão disponíveis para as gerações futuras. Existem algumas coisas importantes a considerar quando você está falando de dados à prova de futuro e mantê-los com segurança por anos e anos. Vamos começar.

Qual é a melhor maneira de fazer backup de meus dados para o longo prazo?

Use múltiplos serviços (respeitáveis) de backup, em vários formatos e plataformas.

Praticamente todo o tipo de método de backup estão sujeitos à deterioração da mídia e do progresso inevitável da tecnologia. Sua melhor defesa é ter certeza de que você faz backup dos dados com diferentes métodos e formatos diferentes.

1. Sua opção mais prática: CrashPlan

Nós somos grandes fãs de serviço de backup CrashPlan para as nossas necessidades de backup. Ele pode fazer backup de seus dados para uma mídia externa, a um serviço de nuvem hospedado, e até mesmo através da internet para outro computador usando CrashPlan, como o computador de um amigo ou membro da família. É pago anualmente mas o preço é irrisório mensalmente e anualmente, valendo muito a pena.

Usando um serviço como CrashPlan é um excelente ponto de partida, uma vez que o CrashPlan mantém todos os seus arquivos, mesmo se você os apaga, que é o mais próximo de “para sempre” quanto você poderia esperar.

2. Uma unidade de disco rígido USB externo

Irá manter seus dados seguros em um disco rígido portátil que você pode atirar em um cofre à prova de fogo, em sua mochila ou kit de emergência se você tiver que sair com ele, e pode ser conectado ao computador para regulares backups incrementais facilmente se você fizer qualquer alteração às suas preciosas memórias. porém, leve em consideração que eles também podem apresentar defeitos e a garantia não irá recuperar seus dados.

3. Um serviço de backup baseado em nuvem

Dropbox, Box, Google Drive, Cubby e outros. Estes são necessários se você estiver preocupado com a viabilidade a longo prazo de seus dados. Selecione uma empresa ou várias empresas com as quais você está confortável e que você acha que são confiáveis ??o suficiente para estarem funcionando por um longo tempo. Eles podem custar mais do que um serviço de backup sem nome, mas pelo menos, eles não vão fechar suas portas sumir todos os seus dados com eles. Vale a pena lembrar aqui que estes serviços tem uma capacidade limitada de armazenamento de arquivos gratuitamente (geralmente entre 5 GB a 10 GB) e que se você precisar armazenar mais do que isso, terá de pagar uma mensalidade. Particularmente, uso vários serviços da nuvem e em cada um mantenho o backup de uma categoria de arquivos diferentes.

4. Um backup ou discos rígidos compartilhados

Irá certificar-se há várias cópias de seus dados nas mãos de amigos de confiança ou familiares. Afinal de contas, manter cópias de segurança em sua casa e na nuvem são boas formas de segurança, mas se algo acontecer com você, pelo menos as pessoas que você confia também terão cópias de suas memórias para passar para as pessoas que queriam tê-los. Considere a capacidade do CrashPlan ou do Cubby de fazer backup de outros computadores através da Internet, ou apenas enviar discos rígidos para seus amigos e familiares para garantir que eles recebam cópias e mantê-los seguros. O Torrent Sync também é uma ferramenta nova muito boa para isso, sincronizando os dados entre todos os seus computadores.

Backup bem feito

Um backup bem feito é uma mistura de meios online e físicos de backup para garantia e segurança na hora de restaurar seus dados. (Foto: blog.etech7.com)

5. Um pequeno USB flash drive

Melhora o fator portabilidade, embora diminui a longevidade, devido à ciclos de gravação e reescrita limitados que você vai ter com a maioria dos meios de memória flash portáteis. Ainda assim, se você quiser uma cópia portátil que vai em qualquer lugar em uma unidade que você não vai usar para alguma coisa, é outra opção ótima.

Mais uma vez, mantenha seus dados em tantos lugares e tantos formatos quanto possíveis vai ser a chave aqui. Isso definitivamente vai custar-lhe algum dinheiro, mas você não quer confiar seus dados a apenas dispositivos USB, ou apenas serviços com acesso à internet, ou discos rígidos tradicionais, ou apenas SSDs: você precisa de uma mistura saudável de toda a sua disponibilidade de opções.

Mantenha os originais seguros e distribua Duplicatas

Finalmente, certifique-se de manter os originais e quaisquer cópias que você fez e não precisa ter acesso em algum lugar seguro. Você poderia colocá-los em um cofre com seu banco ou cooperativa de crédito, se você escolher, ou você pode mantê-las em seu próprio cofre pessoal, embora se algo acontecer a sua casa, eles podem ser perdidos. Novamente, isto não é um substituto para duplicatas distribuídas, apenas mais uma ferramenta em sua caixa de ferramentas.

Falar de duplicatas distribuídas é importante, mesmo que você não usa algum serviço para enviar seus dados com amigos ou familiares, que você ter certeza de passar cópias de seus dados para as pessoas que você pode confiar.

Considere Tecnologias Futuras

Lembre-se que nada é à prova de futuro. Fazer um backup algo bom e útil para sempre é uma tarefa difícil e, o melhor equipamento que temos hoje será obsoleto em poucos anos, ou seja, você vai ter que atualizar, alterar as plataformas, mover seus dados ao redor por várias vezes, alterar arquivos e muito mais. Em cima disso, você tem que se preocupar com a deterioração real de qualquer mídia que você usa para fazer backup de seus dados, em primeiro lugar. Quer se trate de um CD ou uma unidade flash USB ou um disco rígido tradicional, todos eles têm uma vida de prateleira e de uso e você vai ter que considerar a substituição e modernização, mesmo depois de alguns anos.

Ambos os fatores podem contribuir para a obsolescência do seu método de backup em um curto período, então a sua melhor aposta é diversificar, tanto quanto possível e até a chance de que um dos meios atuais que você usa irá tornar mais fácil para que você possa transferir o dados para um novo mais tarde. Em essência, você não está apenas fazendo o “backup” seus dados uma vez e trancando. Você deve esperar que este seja um processo iterativo ao longo do tempo.

Vocês tem outras dicas para a posteridade? Qualquer coisa a mais longo prazo de armazenamento de dados e soluções de backup ou dicas que podem ter perdido? Vamos ouvi-los nos comentários abaixo.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)