Você pode não ficar tão animado sobre a compra de roteadores como ficaria com a compra de um novo smartphone ou tablet. Mas, como o cérebro da sua rede sem fio doméstica, eles são extremamente importantes. A maioria de nós recebe um roteador gratuito de nosso provedor de serviços de Internet quando assinamos uma banda larga. Estes modelos gratuitos podem ser bastante básicos e, embora eles geralmente façam um trabalho decente, muitas vezes você vai obter melhores velocidades e um desempenho melhorado com a modernização do aparelho. Comprando seu próprio roteador, normalmente também dará acesso a funcionalidades adicionais, tais como controle de acesso, compartilhamento de arquivos e compartilhamento de impressora.

Qual o melhor roteador wireless do mercado?

Os melhores roteadores vão te ajudar a tirar o máximo proveito de sua conexão de internet. Eles são rápidos o suficiente para que você não sinta qualquer problema quanto a velocidade, mesmo quando várias pessoas estão online ao mesmo tempo. E eles são poderosos o suficiente para que possam transmitir o sinal mesmo nas maiores casas. Os roteadores devem também ser fáceis de usar. A maioria de nós não quer ter que mexer com um monte de cabos quando configurando um roteador, ou ser forçado a navegar por longos menus que oferecem dezenas de opções diferentes. Nós apenas queremos nos conectar com nosso roteador para ficar online, de qualquer lugar da casa.

Escolhendo um bom roteador

Procurando um bom roteador, você pode até comprar um com um design bonito, como esse dispositivo da foto. Ficará ótimo em qualquer lugar da casa com esse design futurista. (Foto: PC Magazine)

Qual melhor roteador wireless para uso doméstico: por que comprar?

Nós tendemos a pensar nos roteadores como dispositivos que nos permitem acessar a internet. Mas isso não é rigorosamente verdade. Você precisa é de um modem para se conectar à internet e o roteador, em seguida, transfere os dados, sob a forma de páginas da web e conteúdo transmitido, para os seus dispositivos conectados na rede. A maioria dos roteadores modernos, e todos os modelos fornecidos pelas provedoras de serviços de banda larga, agora incorporam modems embutidos, o que significa que você só precisa de um dispositivo para ficar online. Mas isso não é verdade para todos os modelos. Se você comprar um modelo sem modem, você precisará ligá-lo a um modem separado (ou um roteador com um modem embutido) para acessar a internet. Então, se você preferir manter as coisas simples e apenas ter um dispositivo, procure um roteador com um modem embutido.

Por que comprar um roteador?

Na primeira impressão, talvez não valha a pena comprar um roteador. Afinal, por que você deve comprar um dispositivo se a provedora de serviços de banda larga te fornece um modem e roteador? Roteadores de boa qualidade podem oferecer algumas vantagens.

Para começar eles oferecem mais flexibilidade. Você pode usá-los com uma conexão de banda larga a partir de qualquer provedor de internet e você pode continuar a usá-los, mesmo se você mudar de fornecedor de internet. E possuir o seu próprio roteador também lhe dá mais controle sobre o dispositivo. Assim, você pode ajustar todas as configurações do roteador (embora isso só vai ser útil para alguns usuários, avançados) e não tem que confiar em seu provedor para corrigir problemas ou atualizar o dispositivo, podendo fazer por conta própria.

Quão bom que o roteador precisa ser?

Se você mora em uma casa grande e quer acessar a internet em toda a sua residência, então você vai precisar de um roteador poderoso. A potência é menos importante se você vive em uma residência pequena.

Também pense sobre o que você quer do seu roteador. Se você quiser extras, como a segurança avançada, controles parentais, e a capacidade de conectar impressoras USB e unidades de armazenamento externo para guardar dados, você vai querer provavelmente buscar por roteadores com preços mais elevados.

Qual melhor roteador wireless para longa distância: características

Ao comprar um roteador, você vai encontrar modelos com diferentes frequências. Enquanto uma frequência menor funciona bem para navegar na internet, esta frequência pode ficar excessivamente congestionada, tornando-a inadequada para tarefas de banda larga, como o streaming de vídeos. Roteadores com uma frequência maior são mais caras, mas sofrem menos interferência e oferecem velocidades mais rápidas. Eles transmitem dados através de frequências baixas e altas. Você pode navegar na internet na banda menor, enquanto fazem o streaming de filmes na frequência maior.

Padrões do roteador sem fio

Os roteadores são classificados de acordo com o padrão sem fio em que eles são baseados como, por exemplo, 802.11b ou 802.11g. A primeira geração de roteadores sem fio foia  ‘b’, seguido de ‘g’, então ‘n’ e agora ‘ac’, e em breve, poderão ser usadas outras letras para atualizações desse sistema. Cada versão oferece velocidades mais rápidas e de maior alcance. No entanto, é importante entender que quando você comprar o mais recente padrão, tanto o roteador quanto o dispositivo que você está usando terão de suportar a mesma tecnologia. Caso contrário, a conexão sem fio vai usar um padrão mais antigo.

Entradas USB no roteador

Alguns roteadores sem fio têm integradas portas USB para conectar um HD, pen drive, ou impressora. Eles permitem que você compartilhe o dispositivo USB ligado através da rede sem fio, o que é útil para compartilhar arquivos de mídia, como uma música ou coleção de filmes, sem ter que sair de um PC conectado à rede.

O que mais eu preciso saber para comprar um roteador?

Sua rede sem fio só vai ser tão rápida quanto o seu componente mais lento. E muitas vezes, essa parte não será seu roteador. Isso porque o roteador geralmente será capaz de velocidades mais rápidas do que você recebe do seu provedor de banda larga. Especialmente, se você tem uma conexão de velocidade padrão.

Dito de outra forma, se você está recebendo apenas uma velocidade máxima de download de X Mbps a partir do seu provedor de internet, adicionar um roteador de 30X Mbps não vai deixar sua internet mais rápida. No entanto, a adição de um roteador melhor pode ajudar à preparar sua rede para quando tiver uma conexão mais rápida. E se você já tiver uma conexão rápida, então um bom roteador pode fazer a diferença, especialmente se você está usando a conexão a uma grande distância ou através de vários dispositivos ao mesmo tempo.

Um bom roteador também pode ser benéfico de outras maneiras, e não é apenas sobre a velocidade ao ficar online. Um roteador rápido vai realmente fazer a diferença se você mover vários arquivos grandes entre dois computadores em sua casa, por exemplo. A transferência de grandes arquivos de vídeo ou muitas músicas de um dispositivo para outro.

A quantidade de antenas de um roteador não é um critério tão importante. Você pode ter um roteador com 30 antenas, e não ter uma frequência e velocidade boas.

Outra coisa interessante é pesquisar roteadores com um bom design, para complementar o visual da sua casa.

Qual roteador você tem? Qual pretende comprar? Por que pretende comprar roteador X ou Y?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)