Cada computador é composto de uma série de componentes individuais, cada um projetado e construído para realizar tarefas específicas dentro do seu sistema. Para muitos usuários, a placa de vídeo que vem instalada na placa-mãe não é a ideal para os usos destinados ao computador. E muitas são aquelas placas que já não tem nem mais o vídeo onboard. É possível escolher uma placa de vídeo que seja capaz de oferecer a qualidade que você precisa, sem gastar mais do que você tem.

Determine as suas necessidades

Artistas baseados na web como cartunistas, arquitetos, designers gráficos e artistas 3D, têm alguns dos requisitos mais rigorosos para a placa gráfica. Se você vai usar aplicativos gráficos ou programas de modelagem em 3D, você vai querer uma placa de maior desempenho do que a de um usuário típico, podendo até tender para o uso de uma placa profissional.

Muitos jogos de computador também exigem um alto nível de qualidade em seus gráficos, afim de funcionar corretamente. Aqueles que jogam jogos de computador, muitas vezes, compram uma placa de vídeo melhor para uso com seu hobby, além de um bom computador de jogos para atender às demandas dos jogos mais modernos.

Placas de vídeo

Desde as mais baratas às mais caras, o mercado está repleto de opções de placas de vídeo para todos os gostos! (Foto: gizmodo.com)

Identifique as especificações do computador

Laptops baseados em Windows ou computadores portáteis têm integradas placas de vídeo. Estas placas são efetivamente soldadas à placa-mãe do computador e não pode ser substituída, eliminando assim a possibilidade de uma adaptação ou substituição. O mesmo vale para tablets, que normalmente tem o processamento gráfico em um chip dedicado.

Em um PC desktop, execute o utilitário de diagnóstico, digitando “dxdiag” na janela de busca do menu Iniciar e pressione “Enter”. Sua placa gráfica atual aparecerá na guia Display.

O tipo de memória também faz a diferença na escolha de uma placa de vídeo, assim como na atual potência da sua fonte. As placas de vídeo de melhor desempenho, no momento que este artigo foi escrito, utilizam a memória GDDR5 e precisam de fontes com uma potência maior do que 550 W para funcionar perfeitamente.

I Apple Macbook Pro vem com uma placa gráfica relativamente avançada e pode ser mais do que adequada para suas necessidades. Apple desktops Mac Pro tem entradas, permitindo que você substitua a sua atual placa gráfica Mac ou adicionar uma mais avançada.

Note que você precisará de uma entrada PCI Express na sua placa mãe para o funcionamento da placa de vídeo. Dificilmente um computador consegue fazer um upgrade na placa de vídeo sem ter que comprar outras partes, tais como fontes ou até a troca da própria placa-mãe. E isso tudo tem um custo, que nos leva ao próximo critério.

Defina um orçamento razoável

Placas de vídeo podem variar de menos entre R$300 a mais de R$1000, dependendo da marca, potência e tipo. A melhor forma de alcançar o preço que você está disposto a pagar é começar de cima, pegando as melhores placas de vídeo do mercado como referência e ir descendo até chegar em uma faixa de valores que estiver melhor para o seu bolso. Às vezes, será melhor comprar duas placas de vídeo de menor desempenho e usar SLI ou CrossFire, que é o uso simultâneo de duas placas para melhor processamento gráfico. Sua placa-mãe e fonte, no entanto, tem de estar habilitadas para o uso de tal tecnologia. Uma rápida pesquisa na internet sobre sua placa-mãe pode te dar a resposta. Porém, lembre-se que usar duas placas de vídeo de menor potência é quase sempre pior do que gastar um pouco mais e comprar uma placa de melhor desempenho, uma vez que as duas placas de menor desempenho rapidamente ficarão ultrapassadas.

Cuidados na hora da compra

Tome cuidado para não comprar uma placa de vídeo que não caiba em seu gabinete! (Foto: egitreviews.com)

Tenha em mente que o hardware do computador e os componentes individuais melhoram várias vezes por ano

Uma placa mais básica e barata, provavelmente em breve focará obsoleta e você pode não ser capaz de executar alguns dos jogos mais recentes ou programas.
Por outro lado, a compra de um cartão que é muito mais poderoso do que o que você precisa é geralmente um desperdício de dinheiro. Na internet, pesquise bastante por benchmarks e comparativos entre placas de vídeo. São muitos sites com estas informações e todas eles são extremamente confiáveis. Uma dica muito boa é sempre investir muito bem em uma placa mãe para que todas as placas de vídeo futuras ou incrementos fiquem mais fáceis e baratos de serem feitos.

Pergunte, pesquise e compare

Não tenha medo de perguntar a amigos e em fóruns da internet por recomendações, mas não se esqueça de pesquisar as suas sugestões antes de comprar. Você pode obter os melhores resultados a partir da humildade em reconhecer que outras pessoas podem saber muito mais sobre placas de vídeo do que você. E nossa recomendação é que você compre a placa na internet, onde os preços saem muito mais em conta do que em qualquer loja.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)