Descubra porque a Google conhece você melhor que seus amigos, e se bobear, tem conclusões sobre você que nem mesmo você tenha pensado a respeito!

Para que possa nos fornecer resultados de pesquisa e serviços personalizados, a Google precisa coletar e relacionar informações pessoais. Mas até quando isto é benéfico para as pessoas? Como isto pode afetar a sua vida no futuro?

O site Inovação Tecnológica lançou o foco a um problema ainda pouco considerado pelas pessoas: a reputação online. Trata-se do processo de ter um nome limpo na internet, sem informações que possam comprometer a sua imagem e prejudicar sua vida futura. Nesta reportagem são citadas inclusive empresas que tem como atividade principal limpar o nomes das pessoas na internet, apagando tudo o que possa comprometê-las.

E a Google? A Google por ser a maior empresa do mundo em termos de usuários de serviços online, acaba por ter em seus servidores milhares de informações a respeito de cada um de nós. Isto pode ter o lado ruim, caso tais informações sejam usadas para algum fim que não seja o de melhorar os serviços prestados. Esta semana visitei o Dashboard de minha conta no Google. O Dashboard é uma espécie de Painel de Controle do Google, onde é exibido um resumo dos serviços Google que você utiliza. Através deste painel de controle você se surpreende com o que descobre.

Informações que o Google possui

O Google é uma empresa de publicidade, principalmente. E para ser uma boa empresa de publicidade, o Google reúne informações sobre seus usuários que sequer imaginamos. (Foto: commonseoquestions.com)

O que a Google sabe sobre a minha vida?

Com quem você se relaciona – Sabendo para quem você manda e de quem recebe e-mail, e a frequência com que o faz a Google pode detectar quem são os seus contatos mais próximos. Dependendo do horário e do teor dos e-mails é possível descobrir se são contatos profissionais ou pessoais, casuais ou constantes. Além do Gmaill celulares com Android também são sincronizados com os contatos, então a listagem das ligações telefônicas que você faz também podem ser acessadas pela Google. A como se não bastasse, as informações do Orkut o conectam a seus amigos e todos aqueles que lhe conhecem. As fotos do Picasa Albuns, organizadas através do reconhecimento facial indicam também a Google mais pessoas que você conhece.

O que você faz – A través do Google Agenda seus compromissos estão acessíveis aos algoritmos da Google, que podem traçar o seu destino dias à frente e preparar com mais eficiência as informações que lhe serão passadas, tanto em termos dos próprios serviços quanto em relação à publicidade que lhe será exibida.

Onde você costuma estar – Com o Google Latitude e o Maps, os celulares Android permitem monitorar o seu trajeto 24 horas por dia, através GPS, em tempo real. Com isso a Google sabe onde você mora, onde trabalha, por onde passa no seu trajeto diário ao trabalho, quando, como e com que frequência costuma viajar. Juntando isto com as pesquisas que você faz no Google Maps e com os favorito que marca lá, a precisão é ainda mairo. Com tais informações fica fácil lhe encontrar a qualquer momento, concorda? Mas com as mesmas informações a Google pode personalizar cada vez mais os mapas mostrando somente as coisa que julgar serem do seu interesse. São os dois lados da moeda.

O que você gosta de ler – se você utiliza o Google Reader, a Play Store ou tem preferências cadastradas no Google Books, e mesmo os alertas configurados no Google Alertas, a Google também sabe suas preferências de leitura. Isto ajuda a lhe indicar novas fontes de leitura, mas também propagandas mais adequadas, de onde o Google tira o seu sustento.

Seus interesses gerais – com outros serviços como o Google Docs e o Google Web History a Google mantém um banco de dados bem grande a respeito dos documentos nos quais você trabalha e todas as pesquisas que você faz em todos os serviços da empresa. Seja no buscador do Google, nos vídeos do Youtube ou nos perfis do Orkut e comunidades que visita. È muito informação a seu respeito que permite à Google traçar o seu perfil e encontrar nisso relações que talvez você nunca tenha pensado a respeito.

Google e sua privacidade

Visite o Google Dashboard e veja com atenção como está o seu perfil em cada serviço. Você irá se surpreender com a enorme quantidade de informação online que já existe a seu respeito, especialmente se você é um usuário assíduo dos serviços Google.

Uma informação que me deixou surpreso foi descobrir no Google Latitude a frequência com que visito meus pais e meus amigos. Estavam claramente discriminadas as datas em que estive em cada local, sem que eu tivesse feito nada para que tal informação fosse agrupada. Na maior parte das vezes, nem o GPS estava ligado. As informações foram obtidas pelo Google Latitude por localização aproximada das antenas de celular e provavelmente relacionadas aos locais de interesse já buscados no Google Mapas ou cadastrados como endereços dos contatos no Gmail.

Na minha opinião, se tais informações forem mantidas em sigilo e usadas apenas para melhorar a qualidade dos serviços oferecidos não há com o que se preocupar. O respeito à privacidade deve ser mantido e tais informações não podem ter outros fins. Até o momento é o que parece que ocorre. Vamos torcer para que continue sempre assim. E você leitor, o que acha de ter tantas informações da sua vida em poder de uma empresa?

3 comentários para “Veja o que o Google já sabe sobre você”

  1. José

    “Veja o que o Google já sabe sobre você”

    Artigo imensamente… Instigante.
    Mas eu vos falo de outro tema (se já dele não “artigaram”). Faz-me lembrar de assunto que tem muito a ver:
    – Até o ano de 2000 um sistema extremamente importante de defesa nacional, resultado de intensa pesquisa e fartos (! ) investimentos, era inacessível ao cidadão comum. Não fabrica dinheiro, mas Informação – o que é a mesma coisa, convenhamos. Pois bem, naquele ano, foi liberado para nós mortais. Através de um pequeno e inofensivo (…) aparelho, útil no lazer, estudo e trabalho. Disseminou-se pelo mundo. O que pagamos é o aparelhinho, o sistema é grátis… Quer dizer, não tão. Tal qual o celular, todos os dados são guardados, só que no Army USA; Passeio, estudo, trabalho; muitas vezes descrevemos o local. GPS.
    Detalhe: no Google Maps, vejamos a ferrovia de Carajás ao porto em São Luís – MA; está detalhadíssima (consegue-se ver quantos vagões as locomotivas (sim, as! ) puxam e até se estão cheios); e o Estado ainda não está todo – cacofonia legal – detalhado.
    Retornando ao tema principal… Saibam os ‘desavisados’, ou melhor (! ), saibamos – cadê o aviso claro: ‘Vamos guardar seu lixo deletado?… – Que consta do Aviso de Privacidade do Gmail: ” Utilizações:…realização de cópias de segurança das suas mensagens e outras finalidades relativas ao serviço Gmail.” Ou seja, nós deletamos a msg E (“E”) esvaziamos a lixeira, e eles têm uma cópia de segurança.
    ERRATA: onde consta ‘uma cópia de segurança, leia-se ‘cópiaS de segurança’).
    PALPITE DIGITAL.COM, vocês confirmam que são imprescindíveis na Comunicação.
    Tenham um Bom Dia.
    José
    PS: São do Google?

    Responder
    • Equipe Palpite Digital

      Olá José! Muito bom o seu comentário!
      Obrigado por participar do site Palpite Digital.
      Comentários assim é nos fazem ter ainda mais vontade de pesquisar e escrever.
      Eu acho que o conceito de privacidade é outro em relação às informações que disponibilizamos online. Não dá pra comparar com o que chamávamos de privacidade a vários anos atrás.
      Se os dados forem usados para o bem, sem intenções maliciosas, todos temos muito a ganhar. Nos resta confiar ou NÃO usar os serviços prestados. Pode ser difícil, mas é uma escolha!
      E não, não “somos” do Google!

      Responder
  2. Viviane Moreira da Silva

    Gostei tem muitas dicas

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)