Hoje em dia, muitas pessoas passam pouco tempo no copywriting porque estão muito ocupados administrando uma agência. Mas para se tornar um copywriter e chegar no ponto de ter uma agência, é importante aprender todo o material de marketing e marca, porque era necessário cultivar as habilidades e servir melhor seus clientes também.

É por isso que aqui vamos fazer uma pausa do que normalmente escrevemos e responder a uma pergunta que muitos leitores têm: como você se torna um redator profissional? Como você se torna algum tipo de escritor profissional? E acima de tudo, como se tornar um copywriter?

O que é um copywriter? Conhecendo o mercado!

As pessoas costumam ter noções muito românticas sobre como é ser escritor até olhar para os números. Claro, você deve seguir sua paixão. Você também deve saber como se alimentar.

E o copywriting é basicamente é a mistura de escrever por prazer com a escrita técnica. É, basicamente, aprender a escrever de uma forma que venda melhor.

Para conhecer o copywriting, é preciso saber quanto copywriters podem ganhar em um determinado setor. Isso inclui saber qual é o preço pedido pelo seu conjunto de habilidades e quantas pessoas estão na concorrência. Aceite também que você está basicamente entrando em um oceano vermelho (infestado de tubarões, muitos concorrentes). Não há mais oceano azul (calmo, poucos concorrentes) para qualquer tipo de escrita profissional.

Por exemplo, você sabia que, para repórteres, correspondentes e analistas de notícias de difusão ganham menos da metade do valor do que copywriters técnicos ganham por ano? Porém, copywriters técnicos também são o setor de escrita que provavelmente será automatizado por máquinas em um futuro não tão distante.

Trabalho copywriting

O trabalho de um copywriter pode ser uma ótima fonte de renda para quem quer trabalhar de casa. (Foto: Nadalex)

Entenda o significado profissional de copywriting

Algumas pessoas podem rir de mim por incluir isso, mas a crença é 100% necessária para o sucesso. Por exemplo, desde cedo, muitas crianças aprendem que carreiras criativas são basicamente suicídio financeiro e que os profissionais de artes liberais não têm amor.

Como resultado, mesmo que tenham talento e motivação, essas crianças não conseguem escapar da noção subconsciente de que uma carreira como escritor profissional é uma espécie de bicho-papão. Essas crianças abraçam a crença de que estão destinadas ao fracasso. Desistem antes mesmo de tentar.

Não faça isso você mesmo: faça um balanço de seu próprio conjunto de habilidades, paixões, interesses, prazo e situação. Só você sabe se está no lugar certo para testar essa coisa de escrever. E só você sabe se tem uma chance razoável de sucesso. Lembre-se de que você está entrando em um oceano vermelho.

Para muitos, ir para uma faculdade é a escolha segura. Porém, se você tiver talento, sabe escrever e pratica muito esta arte, poderá ir longe.

Experimente por diversão antes de se tornar um copywriter profissional

Depois de decidir: “Sim, eu posso fazer isso”, você realmente precisa encontrar trabalho. Se você já tem um portfólio, ótimo. Caso contrário, a maneira mais fácil de se molhar é atribuir a si mesmo um projeto simulado, como se fosse de um cliente.

Por exemplo, se você deseja ser redator, vá à loja da esquina mais próxima, pegue um saco de batatas fritas e leia a cópia no verso. Então faça melhor.

Ou encontre uma tarefa fácil que você pode fazer de graça. Se você tem um amigo ou membro da família que precisa de ajuda com um slogan, email ou site, ajude-o. Procure oportunidades de estágio não remuneradas. Trabalhe por poucos reais. O ponto ainda não é ganhar dinheiro – é ver se você gosta do trabalho.

Você vai ter que aprender, seguir e internalizar regras de direitos autorais que desconhece. Mas aproveite a jornada e aprendizado.

Prepare-se para falhar e ser muito rejeitado

Existem alguns marcos importantes na vida de um copywriter. Uma das maiores é quando você ganha sua primeira venda. Sua confiança dispara através do telhado. Você se sente como um Machado de Assis.

Em seguida, você percebe rapidamente que, mesmo se você gosta de escrever e pensa que é bom nisso, outras pessoas podem não concordar. Uma coisa é escrever de graça, outra é escrever por dinheiro e outra é fazê-lo com tanta frequência e tão bem que você pode transformá-lo em um trabalho de tempo integral.

Este é o ponto de partida para todos os sonhos profissionais. Você responde bem ao fracasso e aos seus maiores medos? Você pode viver com cicatrizes? Ou você espera que o mundo lhe entregue troféus?

Quando se decidir tornar um escritor profissional, você vai ficar aterrorizado. Pode sentir que está jogando fora um futuro perfeitamente seguro, lucrativo e respeitável como graduado para ser pobre nos seus próprios termos. No seu desespero, vai se inscrever em centenas de empregos e escreverá para amigos e familiares de graça. Oferecerá seus serviços a colegas de faculdade que haviam iniciado seus próprios pequenos negócios.

Aqui está parte do que vai aprender: os seres humanos podem se acostumar a qualquer coisa, incluindo falhas. Esses primeiros e-mails de rejeição vão te atingir como um soco todas as vezes. Mas lá na frente, você vai mal perceber a rejeição. Vai estar muito ocupado se candidatando a novos empregos e enviando as propostas da semana.

Não se especialize ao começar no copywriting

Escalar uma estratégia especializada é mais fácil do que escalar uma estratégia generalista. É por isso que alguns redatores escrevem apenas para dentistas, outros apenas para empresas de tecnologia. Mas você não precisa decidir sobre o seu nicho no início; na verdade, você não deveria.

Em vez disso, escreva para o maior número possível de clientes e setores. Escreva diferentes tipos de conteúdo. Compreenda a cópia em todas as partes do funil de marketing digital e na jornada do comprador. Brinque com a cobrança de taxas diferentes e a montagem de pacotes personalizados.

Em seguida, preste atenção no que os clientes mais desejam, no que eles pedem que você não oferece e no que lhe oferece o melhor retorno sobre o investimento em termos de sua contribuição (por exemplo, tempo e esforço) e da produção do cliente (por exemplo, recomendações e receita recorrente)

Aprenda a se vender profissionalmente

À medida que obtém mais clientes, você percebe que a maioria das pessoas não se importa com o seu pedigree. Eles baseiam sua decisão de trabalhar com você em: a) se eles gostam de você; e b) se você tiver bons depoimentos – pessoalmente e online.

É por isso que você precisa aprender a se vender. A maioria dos escritores é péssimo nisso. Nossa redação deve falar por si mesma, mas não é assim que o mundo funciona. Você precisa argumentar por que você é o parceiro de longo prazo certo.

Isso não significa que você precisa se tornar um profissional de marketing digital ou um mestre em funis de marketing. Mas você precisa poder ir a eventos de networking e se misturar confortavelmente com clientes em potencial.

Você ama o suficiente para fazê-lo em tempo integral?

Mesmo que seu nome não esteja na primeira peça que você vende, você ainda será “publicado” no momento em que seu cliente o divulgar para que todos possam ver. Então, vá se tratar! É para isso que muitos escritores aspirantes ao redor do mundo trabalham por muitos anos. Dê um grande tapinha nas costas.

Muitos escritores param por aqui, e tudo bem. Eles mantêm seus empregos em período integral e escrevem como o segundo trabalho. Mas talvez você esteja com mais fome. Talvez você se veja vivendo “a vida do escritor” e fazendo isso em tempo integral. Talvez você possa começar um blog, escrever um livro de negócios ou iniciar uma agência.

Você quer se tornar um escritor profissional em tempo integral? Você pode atingir a marca de seis dígitos em X anos? Estas são perguntas pessoais que somente você pode responder.

Você tem que ter mais medo de não tentar.

Muitos trabalham esporadicamente e meio período entre períodos de desemprego por anos antes de encontrar alguma tração nesta carreira. Sua autoconfiança será como uma gangorra. Você terá vontade de desistir.

Mas não desista, porque ser escritor profissional é um tipo de sonho e jornada com seus desafios e que pode dar muito certo.

Se você quiser seguir nessa carreira e precisa de mais conselhos, deixe nos comentários suas dúvidas. Queremos te ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)