Com videogames online de alta demanda, streaming de vídeo em 4K, uma explosão em dispositivos móveis tentando se conectar e uma onda crescente de tecnologia de casa inteligente, os roteadores mais antigos estão cada vez mais ultrapassados em suas capacidades, acabando sobrecarregados e precisando de substituição. A ideia agora é conseguir o roteador wireless mais potente para lidar com essas demandas.

Muitos dispositivos estão se conectando simultaneamente e estão tentando transferir grandes quantidades de dados. Os roteadores que usam padrões Wi-Fi mais antigos significam um desempenho abaixo do padrão e você verá os sinais: conexões perdidas, jogos online com lentidão, páginas da Web com carregamento lento e transmissão de vídeo que gagueja e para constantemente no buffer.

Os roteadores sem fio podem ser confusos para comprar e configurar. É por isso que, quando o Wi-Fi está funcionando, mesmo que não esteja funcionando muito bem, ninguém quer mexer nele. No entanto, você precisará fazer upgrade. E quando você faz, aqui estão três dicas simples que vão ajudar quando se trata de comprar um roteador potente.

Um roteador potente tem a conexão mais recente 802.11

Verifique se o seu próximo roteador sem fio oferece suporte a 802.11 na mais recente iteração do padrão Por exemplo, quando escrevemos este artigo, a mais recente e potente era a versão 802.11ac. Mesmo em um nível básico, a 802.11ac oferece 1300 Mbps de taxa de transferência. Isso é mais do que duas vezes mais rápido que o máximo que o Wi-Fi padrão 802.11n anterior podia gerenciar e também é compatível com dispositivos mais antigos (embora eles não se beneficiem desse aumento de velocidade).

Você pode não ter nenhum dispositivo agora que possa aproveitar a velocidade, mas você vai acabar tendo. É difícil encontrar um smartphone, tablet, PC ou streamer de vídeo sendo vendido hoje que não suporte o padrão 802.11 mais recente e você não quer estar passando por todo esse absurdo de atualização novamente daqui a algum tempo.

Os novos roteadores 802.11 também podem manipular mais conexões simultâneas, algo que é cada vez mais importante agora que muitos dispositivos desejam usar sua rede Wi-Fi.

Sempre pesquise qual o padrão mais recente para o 802.11 e compre um roteador com esse padrão. Não vale a pena economizar comprando modelos ultrapassados.

Roteador WiFi

Escolha um bom e forte roteador WIFi para tirar os melhores benefícios da sua rede. (Foto: PCMag.com)

Um roteador potente de longo alcance pode não ter bons resultados na sua residência

Mesmo os roteadores Wi-Fi de melhor classificação podem ter resultados variados, então compre de um varejista que permita o retorno. Isso significa que até mesmo os melhores roteadores do mercado podem ter resultados variáveis em sua casa. O ambiente operacional de todos é diferente e os detalhes da sua casa, os dispositivos que usam sua rede e até mesmo o seu provedor de serviços de Internet podem afetar o desempenho.

Por exemplo, um roteador pode ter problemas com consoles de videogame. Outro pode ter problemas para funcionar com smartphones e tablets, exigindo configurações extras para funcionar. Um roteador pode conseguir enviar um ótimo sinal para dentro de sua casa, mas acabar com um péssimo sinal no seu quintal.

A grande conclusão disso tudo é que mesmo as análises e reviews de roteadores podem não chegar aos mesmos resultados em sua residência.  Então, compre de um varejista que lhe permitirá devolver o roteador e trocá-lo por outro. O primeiro que você escolher pode ser perfeito, mas se não for, você poderá trocá-lo por outro modelo até encontrar o que faz a sua rede Wi-Fi funcionar. Vale lembrar que compras online tem um prazo de 7 dias para a devolução.

Um roteador grande alcance deve ser bem colocado na sua casa

Finalmente, uma dica sobre a colocação do seu roteador sem fio. Se você está em um apartamento de um quarto, o posicionamento provavelmente não é grande coisa. Mas, para a maioria das residências, o local em que você configura seu roteador pode ter um grande impacto no desempenho da sua rede Wi-Fi.

Os fabricantes de roteadores sabem disso e essa é uma das razões pelas quais alguns ofereçam designs esteticamente agradáveis, com pegadas menores e sem antenas externas. Se o roteador não parece feio, há uma chance maior de você não colocá-lo em um armário, em um gabinete A / V ou em um canto qualquer da casa.

Em geral, vá para o meio da sua casa (o andar do meio e o mais próximo possível do centro da planta) para maximizar a cobertura e o desempenho do Wi-Fi com qualquer roteador sem fio que você escolher. E deixe-o ao ar livre em vez de escondê-lo fora da vista. Eu movi roteadores por toda a minha casa para testes e posso confirmar que o posicionamento ideal pode ter um grande impacto na sua rede Wi-Fi.

Comprar e configurar um novo roteador é o momento perfeito para (re) considerar o posicionamento. Você ainda quer atualizar para o padrão 802.11 mais recente, mas maximize o aumento de desempenho, escolhendo o melhor local para instalá-lo.

Como vocês escolhem um roteador potente? Quais os critérios julgam mais importantes na escolha?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)