Em janeiro de 2010 visitei a Campus Party Brasil em São Paulo e gostei muito. Várias palestras interessantes, contatos muitos bons, pessoas de todas os ramos de atividade ligadas a internet e tecnologia.

Aprendi muito e me convenci a utilizar software livre em tudo. Hoje programo em Python e uso Linux regularmente. Foi um evento cansativo por passar noites mal dormidas nas barracas cedidas pela telefônica e ouvindo barulho 24 horas por dia. Porém gerou frutos e até penso em ir novamente em 2011.

Tirei muitas fotos no evento. Parte destas fotos para apreciação própria e parte delas para publicação de artigos de assuntos que achei interessantes. Um destes assuntos é a “maldita inclusão digital”.

Este termo já se tornou sinônimo da má utilização dos recursos computacionais por parte de inciantes no assunto. Há também outros significados pejorativos que prefiro não comentar.

As fotos abaixo são de um stand de uma empresa que fornecia acesso gratuito ao público visitante da Campus Party. Achei interessante e resolvi fotografar o momento em que todos terminais estavam sendo usados para jogar Colheita Feliz! Algumas das outras fotos preferi não publicar para não identificar as pessoas da imagem.

Colheita feliz na Campus Party

Colheita feliz na Campus Party

Colheita feliz na Campus Party

Não tenho nada contra o jogo em si, muito pelo contrário. Fico feliz pelos desenvolvedores que conseguiram atingir um público imenso e certamente estão lucrando muito com isto. Porém acho que este mesmo público perde um tempo precioso da vida ao passar horas a fio jogando online. Tenho a mesma opinião a respeito do abuso na utilização de redes sociais, mensagens instantâneas e coisas do tipo. Acredito que a internet é feita para diversão sim, para jogos, para relacionamento e tudo mais, mas como qualquer coisa na vida é preciso ter limites.

Várias vezes em que passei próximo a este stand a maior parte dos usuários estava no Orkut ou jogando Colheita Feliz. Porque não usar este tempo para aprender, se informar, estudar? Ou será que estão fazendo isto pelo Orkut? Eu duvido! Redes sociais tem sem valor e utilidade, mas na minha opinião devem ser usadas com parcimônia! Havia tanta inovação e conhecimento disponível na Campus Party, porque não aproveitar!?

E você leitor? O que acha do futuro desta geração que subutiliza o poder didático da internet? Concorda com meu ponto de vista? Comente e vamos discutir!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)