Panelas de pressão elétricas estão cada vez mais populares no Brasil. Elas são práticas e ajudam a cozinhar alimentos com saúde e até economizando um pouco na conta do gás. Elas são muito seguras e compostas de diversos componentes que garantem um cozinhar perfeito todas as vezes que são usadas.

Quais são as partes da panela de pressão elétrica?

As panelas de pressão elétricas são compostas por três componentes principais:

  • Pote interno
  • Base do fogão
  • Tampa

Pote Interno

Um recipiente removível para cozinhar. Quando aquecido, o líquido dentro da panela interna ferve e se transforma em vapor. Sem uma rota de fuga, o acúmulo de vapor cria pressão. O pote interno geralmente é fabricado com aço inoxidável de alta qualidade e seguro para alimentos, possuindo uma base robusta de três camadas com núcleo de alumínio para distribuição uniforme de calor. Há também disponíveis vasos internos antiaderentes de cerâmica, livre de Teflon, PTFE e PFOA.

Base do Fogão

A base do fogão abriga o microprocessador, sensores de pressão e temperatura, um elemento de aquecimento e o painel de controle. O microprocessador é o coração da panela de pressão elétrica e trabalha com os sensores embutidos para monitorar e regular automaticamente a pressão e a temperatura da panela com base no programa inteligente selecionado. O acionamento periódico do elemento de aquecimento para manter uma temperatura e um nível de pressão estáveis, criando um ciclo de “feedback positivo” e resulta em condições precisas de cozimento. Se forem detectadas condições inseguras, o fogão sinalizará o erro com um sinal sonoro e cortará a energia do elemento de aquecimento.

Tampa

As tampas de panela de pressão elétricas são feitas de aço inoxidável de qualidade alimentar forte e geralmente usam braçadeiras de aço, bem como um mecanismo de travamento da tampa para impedir que a tampa seja aberta enquanto a panela estiver pressurizada. Se a tampa não estiver totalmente fechada, o microprocessador detectará isso e cortará a energia do elemento de aquecimento.

Panela de pressão elétrica

Uma panela de pressão elétrica facilita o cozimento de alimentos e torna sua cozinha muito mais prática. (Foto: CLEARLINE)

Segurança e funcionamento da panela de pressão elétrica

A tampa, principalmente é composta por várias peças pequenas que trabalham em conjunto para vedar e regular a pressão:

Liberação de vapor

Embora a aparência seja diferente entre os modelos, a liberação de vapor tem duas posições: “Ventilação”, que permite a saída do vapor, e “Selada”, que retém o vapor na panela interna para aumentar a pressão. Se a pressão aumentar além da faixa operacional segura, o excesso de vapor empurrará fisicamente a válvula de liberação de vapor para liberar a pressão.

Anel de vedação

Quando a tampa é fechada e a liberação de vapor é ajustada para a posição “Selada”, a tampa e a panela interna exercem pressão no anel de vedação para criar uma vedação hermética. O anel de vedação é feito de borracha de silicone durável, que permite que a pressão se acumule com segurança após a aplicação do calor.

Válvula e tampa de silicone

Quando pressão suficiente se acumula na panela interna, a válvula é empurrada para cima e a tampa de silicone sela totalmente o fogão. Uma vez empurrada, a válvula serve como uma trava de trava e impede que a tampa gire, mesmo quando a força é aplicada.

O pino da válvula pode ser destruído por temperatura ou pressão excessivas. Sem o pino, o orifício permite que a pressão escape. Embora nesse caso a válvula esteja permanentemente danificada e uma substituição da tampa possa ser necessária, esta é uma última linha de defesa eficaz do ponto de vista de segurança.

Blindagem anti-bloqueio

Esta tampa de aço inoxidável evita que as partículas de alimentos obstruam o tubo de liberação de vapor, facilitando a liberação constante de vapor durante a ventilação.

Como usar uma panela de pressão elétrica?

A panela de pressão elétrica geralmente já vem com algumas configurações de fábrica automáticas para alguns alimentos. Você deve seguir às instruções do manual para a quantidade de água e alimento que devem ser colocados na panela. Você então deverá configurar seguindo às instruções do fabricante, geralmente simples e demandando apenas alguns toques no menu.

É possível alterar as configurações pouco a pouco para aperfeiçoar o cozimento para um nível que te agrade mais. É assim também com outros eletrodomésticos, como cafeteiras elétricas.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)